Notícias 

Conheça Ehang 184 Drone que transporta pessoa.

Outra das grandes vantagens do avanço da tecnologia é o drone, quem nunca ouviu falar de um drone fazendo filmagens, monitorando locais considerados importantes, levando internet em alguns lugares um tanto remotos ou até mesmo entregando pacotes.

Entre esses drones está o Ehang 184 que agora, transporta pessoas, mas não é somente isso. Ele consegue levar até uma pequena bagagem.

 

Drone

            O que é drone?

            Popularmente conhecido pelo nome de drone, esse equipamento aéreo de forma geral não carrega pessoas. Ou seja, esse nome não é dado para todos os veículos que sobrevoam, mas para aqueles que não precisam de nenhuma pessoa dentro dele para controla-lo.

           É comum hoje em dia, drones serem levados a realizarem algumas tarefas um tanto arriscadas para humanos ou trabalhos dos quais ninguém mais conseguiria fazer a não ser um drone.

           Por exemplo, após o desastre de Fukushima, os japoneses mandaram drones para conseguir averiguar tamanha catástrofe. Os drones tiveram acesso aos reatores danificados e o ao vazamento. Esse tipo de coisa seria impossível para um ser humano, que jamais conseguiria chegar sequer próximo do local.

Drone

           Hoje, é difícil apontar algum aparato militar que não tenha esse aparelho, justamente por causa de sua eficácia. Os drones costuma ser utilizados em disputas para averiguar área de combate entre exércitos ou até mesmo para plantarem ou eles mesmo se explodirem em território pré-determinado.

           Obviamente que esses mesmos drones não tem um custo alto, sendo exclusivos para esse tipo de trabalho, assim, nenhuma vida humana, em teoria está sendo colocada em risco quando ele explodir, já que em outros tipos de aeronaves é preciso de um piloto.

Mas, obviamente eles não servem somente para isso, os drones são também bastante utilizados em resgates e é considerado uma ótima ferramente para fotógrafos profissionais.

Os valores dos drones podem variar dependendo da região. No Brasil, um drone pode custar 2 mil reais.

São aparelhos leves e costumam ter uma bateria muito pequena inserida, o que faz com que o seu tempo de voo seja curto.

            Drone EHang 184

            Mesmo sendo ainda denominado de DRONE, a empresa EHang não gosta da denominação, a empresa o chama de “veículo aéreo autônomo pessoal”. Porém, para a crítica, ele ainda deve ser denominado de drone, pois o mesmo é ainda uma aeronave que nem precisa de ajuda para ser conduzida, mesmo transportando um passageiro.

           Se você olhar em um primeiro momento, você verá que o EHang 184, mais se parece um helicóptero, se não fosse pela ausência de cauda e um rotor. Essa configuração permite obviamente que ele consiga fazer um pouso sem nenhuma dificuldade.

Drone

            O voo do drone EHang 184

            Como ele não é realmente uma aeronave, mas sim um drone, ele não consegue sobrevoar tão longe e de forma rápida, sem esquecer de mencionar que a altura máxima que ele pode chega não é lá essas coisas.

A sua distância voando pode ser de no máximo 23 minutos, algo em torno de 50 quilômetros, em uma altura de 500 metros, numa velocidade máxima de 100 km/h.

           Segundo alguns pesquisadores, essa de forma alguma é uma estimativa ruim, o peso do EHang é de 200 quilos, podendo aguentar no máximo mais 100 quilos, incluindo o passageiro e a sua bagagem.

Drone

            Por que os drones EHang 184 foi criado, afinal?

            Se você leu a parte de cima do post, você conseguiu notar que o drone não consegue viajar para longas distâncias, afinal, 23 minutos não dá para ir muito longe.

           A intenção da EHang em criar esse drone é disponibilizar outros como ele para viajar dentro de um mesmo perímetro e de pequenas distâncias.

Ou seja, ele deve ser usado para transportar pessoas que acabam sofrendo muito com o trânsito pesado que acontece nas grandes metrópoles.

Drone

           A verdadeira ideia é que a aeronave precise do seu usuário somente quando o destino deverá ser inserido no painel que estará em frente ao assento e um controle para auxiliar na aterrissagem e na decolagem.

           Mesmo que o seu desenvolvimento seja avançado, existe ainda alguns ajustes que precisam ser feitos.

            Os avanços para a autorização do drone EHang 184

            Tirando os ajustes que ainda precisam ser feitos com esse drone, é preciso também criar uma legislação de segurança para o tráfego aéreo, sem esquecer de mencionar em um tipo de sistema que ajude na prevenção de qualquer tipo de acidente.

           A empresa chinesa, criadora do drone, desbotou esse tipo de declaração dizendo que vários tipos de camadas de segurança existem dentro do próprio drone, sem esquecer de mencionar em uma própria central de emergência para pousos, e os diversos sensores que irão ajudá-lo a desviar de postes, árvores e prédios.

Drone

           Entretanto, a própria empresa reconhece que conseguir disponibilizar o drone no mundo inteiro será difícil já que muitas leis de aviação necessitam ser criadas, já que o drone não se encaixa em nenhuma delas, sendo necessário então uma categoria totalmente nova quando o assunto é o transporte de pessoas.

           Segundo a EHang, do drone EHang 184 é um transporte mais seguro que um carro.

           Negociações entre a empresa e a FAA (Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos) já estão ocorrendo para que o produto seja lançado em solo americano.

           Segundo pesquisas, o drone não deve custar menos que US$ 200 mil.

            Conclusão

Podemos concluir assim que não irá demorar muito para que as grandes metrópoles estejam recheadas desses brinquedinhos voadores que podem ajudar e muito na hora de fugir de um transito longo.

Não dá para negar que o drone se tornará rapidamente um grande sucesso, a grande questão é, por quanto tempo?

Últimas Postagens

Leave a Comment

%d bloggers like this: